Guarda-roupa cheio de arrependimentos? Nem pensar!

Aprenda a otimizar seu espaço, mesmo sem ter nenhum e ainda multiplicar seus looks.

Por em , ,
0 0 0 Sem comentários

roupas

Deixa eu adivinhar: você tem roupas demais. E ao mesmo tempo, nunca tem nada pra vestir.
Não usa a metade desse seu estoque e pra completar ainda se alagou na última liquidação.
E sofre toda vez que a sua prima ou amiga ou irmã diz que vai fazer uma “limpa” no seu guarda-roupa.
Móvel este que as portas nem fecham mais.
Fazer um closet não é uma possibilidade. Falta o espaço. E pior: o dinheiro.
Hummm, conheço bem essa história. Via ela acontecer todos os dias na minha casa.
E se houvesse uma solução fácil, barata e funcional pra esse nosso problema?
Acreditem! Ela existe!

A verdade é que nós amamos roupas. (Um pouco demais talvez?)
E o problema é que, normalmente, usamos apenas 10 a 20% do nosso acervo. 99% das vezes elegemos peças para virar nossos uniformes até enjoar, enquanto o restante fica esquecido no fundo do armário. Assim dizem as pesquisas. Segundo um artigo que saiu há algum tempo no The Wall Street Journal, nós temos um guarda-roupa cheio de arrependimentos.
Não acredita? Eu também não acreditei nesses dados horrorosos. Mas depois de uma análise sincera nos meus cabides… bom, vamos apenas dizer que tinha peça lá que tava mais fácil ir parar em Nárnia do que sair do armário.
Me senti motivada pra achar uma solução.
Depois de pesquisar e testar várias dicas de profissionais vou dividir com vocês o que tá dando certo pra mim.

Faça sua própria Fashion Week a cada fim de coleção

O que não entrar no seu desfile, não entra no guarda-roupa. Simples assim.
Você pode ter se rendido a uma tendência que não tem nada a ver com você e nunca conseguiu usar a peça. Ou já saiu de moda. Ou você usou tanto que abusou. Ou a roupa não tá mais com a cara boa.
Melhor: você pode ter emagrecido!!!
Seja qual for o motivo, se você não usou em seis meses, é porque não vai usar mais. Sério! Desapega!
Pra facilitar sua vida, separe as peças em três pilhas: sim, não e talvez. Pra “pilha do talvez” não ficar difícil, separe por grupos: shorts, blusas, saias… Se você der de cara com um amontoado enorme de calças jeans, por exemplo, vire pro espelho e pergunte “Eu me vejo usando qual delas ainda?”.
Só fique com as peças que você realmente ama e que ainda vai usar mesmo.

t-utility-closet-hangers

O cabide é seu melhor amigo

O que os olhos não vêem, o corpo não veste. Isso é fato.
Pendure o máximo de roupas que você puder, sem deixar o espaço abarrotado. Só funciona se você conseguir ver tudo o que tem.
Você pode organizar por cores (do mais claro pro mais escuro ou vice-versa); por peças (blusas sem manga, manga curta, manga longa, shorts, mini-saias, saias, calças, vestidos… ou partes de cima, partes de baixo e peças inteiras tipo vestidos, macacões… ); ou ainda, um jeito bem legal pra quem não tem muito tempo é deixar os itens que mais combinam entre si em grupinhos com possibilidades de looks.
Tem que testar e ver o que mais funciona com seu espaço e rotina diária.
Dobradas e em gavetas só roupas íntimas, de casa e de academia. Ah, e aquelas que o tecido cresce se ficarem penduradas.
Assim que puder, invista em cabides iguais, pra deixar tudo mais organizado, na mesma altura e ainda ganhar espaço. Fora com aqueles cabides de lavanderia!

Transforme sua roupa em arte

Desapegou, organizou, arrumou e a coisa ainda tá feia e apertada? Vamos de espaço extra.
O acessório mais amado das fashionistas hoje em dia é a Arara. Pela internet você encontra umas que são uma graça e com um precinho bem camarada. Tem também aquelas super chiques, mas aí o preço já fica um pouquinho mais salgado. Elas tem uma boa medida, são fáceis de transportar e encaixar em algum espaço na casa e cabem muitas coisas.
Uma arara bem organizada, com cores bem bacanas podem dar um charme a mais na decoração do seu quarto. Isso, sem falar que se você der aquela incrementada na exposição como fazem nas lojas, as suas roupas penduradas ficam com carinha de novidade e mais atrativas pra você usar.

E assim, sem muita regrinha pra seguir e poucos recursos, você vai ver que as possibilidades no seu guarda roupas multiplicam, mesmo com menos peças. Isso porque finalmente você consegue enxergar outras possibilidades, não apenas os famigerados 10 a 20% que usa sempre. E, de quebra, ainda dá adeus àquela história de perder 20 minutos procurando o que usar todos os dias.
E você? Como doma seus excessos no armário? Me conta!

Gostou das dicas? Compartilhe com seus amigos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *