Tudo que você sempre quis saber sobre hidratantes

(E não tinha ninguém sem conflitos de interesse pra perguntar!)

Por em , , ,
0 0 0 Sem comentários

ressecada-718x479

Vez por outra a história se repete: você vai lá e investe seu dinheirinho suado num hidratante cheiroso, com uma textura maravilhosa e com um preço nem sempre agradável, pra depois deixar metade dele esquecido na bancada do banheiro porque não viu resultado nenhum.

Hummm… peraí!
Que resultados você espera de um hidratante afinal de contas?
( )Pele perfumada
( )Zero ressecamento
( )Todas as alternativas anteriores
Se você foi gulosa e marcou a ultima alternativa deixa eu te falar uma coisa que eu acho que você não vai gostar muito: quanto mais cheiroso é o hidratante, menos hidratante ele é!

Sério! Quem me contou foi a minha dermatologista Dra. Ana Paula Vieira. Ela me explicou que esse cremes super perfumados são legais pra dar um cheirinho especial no corpo, mas a hidratação mesmo que é bom, é mínima. Aí já viu né? Depois de me tocar que eu andava me achando passando hidratante cheiroso e sem entender porque a “pele hidratada” nunca acontecia, eu aproveitei pra saber o que mais a gente faz errado nesse departamento pra poder compartilhar com vocês também. Preparadas? Então lá vai:

óleo como hidratante não!

Fazer a J.Lo não dá muito certo nesse caso. Água e óleo não se misturam. Então não tem como um óleo ser um hidratante. Simples assim. O que acontece é que quando o óleo é passado na superfície da pele, ele deixa aquela sensação de maciez por que ele fecha as escamas, faz uma selagem, tipo o efeito do óleo reparador que a gente passa no cabelo.

O que o óleo faz é ajudar a reter a água na pele. A água não consegue evaporar se você tá “selada” com uma camada de óleo. E isso é bacana por que se a sua pele já é hidratada, ela permanece assim, mas se for um pouco ressecada, só o óleo não adianta.
Importante: se você passar o óleo no banho e o hidratante depois, tá perdendo seu tempo porque o hidratante não vai penetrar a pele, a camada de óleo não permite. Ou usa um ou outro.

Hidratante tem hora certa sim!


O melhor momento pra você se lambuzar no seu creminho é após o banho, no caso do corpo, e após a lavagem do rosto. Mas atenção: tem que ser imediatamente após. Você só tem até 3 minutos!!! Depois disso as escamas da pele se fecham e aí você tá se melecando à toa por que a maior parte do produto vai ficar só na superfície. Esse, inclusive é o grande motivo pelo qual muita gente não gosta de usar hidratante: a sensação de meleca. Mas que só acontece por que a gente usa errado. Ah, e a quantidade é um grão de feijão pra distribuir pelo rosto inteiro, e, no corpo só o suficiente pra você sentir que a pele absorveu o produto. E tudo isso dentro dos 3 MINUTOS!!!!

Calor X Hidratação

 

Peles e cabelos hidratados não combinam com chuveiro elétrico. A água quente resseca tudo. Então, quem puder, encare a água fria mesmo.
Falando em “quente”, ao contrário do que muita gente pensa, o suor não anula o efeito do hidratante. O que acontece é que a gente passa o produto depois dos 3 minutos, ele fica alí só por cima e quando mistura com o suor faz aquela lambança. Aí você fica achando que foi o suor que “tirou” o hidratante da pele.

Pele Oleosa também quer água

Olha a bronca: os hidratantes criados para a pele oleosa não servem só de enfeite para a bancada do banheiro. Esse tipo de pele também precisa de água e o fato dela estar oleosa, nada tem a ver com estar hidratada. Hidratação tem ver com água e não óleo.
Os hidratantes para pele oleosa são específicos, tem toque seco e são não-comedogênicos, ou seja, não pioram a acne e devem ser usados em pequenas quantidades. Se você tem pele oleosa e usar hidratante de outro tipo, você pode ficar com acne ou piorar se você já tem.

Make X Hidratação

 

A pele hidratada tem imunidade melhor. Ela está saudável, por isso resiste aos danos causados pela poluição e pelo excesso de produtos. Ela suporta mais o uso constante de maquiagem. Vele lembrar que o uso das águas termais é super bem vindo, ajuda na hidratação, mas não substitui o hidratante.

Nutricosméticos, rótulos e novidades

 

A Dra Ana Paula Vieira também me deu sua opinião sobre novidades presentes no mercado. Os hidratantes que podem ser passados no rosto e corpo, por exemplo, ela não recomenda. A pele do rosto é mais delicada e segundo ela, precisa de um produto diferenciado.
Hidratantes com óleos essenciais, caem naquela questão do óleo de novo, hidratam menos. Fique de olho no rótulo!
E os nutricosméticos ajudam na hidratação da pele, tem até alguns específicos para isso, porém não são milagrosos. O que hidrata de verdade é beber muita água e passar um bom hidratante sem perfume da maneira correta.

E então, vocês preferem o hidratante com cheirinho ou que hidrata de verdade? Me contem! E não esqueçam de compartilhar as dicas com as amigas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *