Como ser solteira: desencane e seja feliz!

Descobrir quem você é sozinha talvez seja o primeiro passo pra você achar o que procura.

Por em
0 0 0 2 comments

tumblr_o2lu0faacm1ulbvuko1_540
O primeiro dia do ano sempre é super da ressaca né? Eu, em meu momento prostrada no sofá, sem querer mover um músculo, tenho mania de escolher filmes “sem necessidade de cérebro” pra assistir. Dessa vez, curiosamente, escolhi um dessa categoria, mas que me deixou pensando mesmo assim… O eleito foi a comédia “Como ser solteira” com Dakota Johnson, Rebel Wilson, Leslie Mann e Alison Brie. O filme é divertido e tal, mas não é sobre ele que quero falar.

Quero falar hoje sobre ser solteira. Eu sei que isso é algo que faz tempo que não sou – mas já fui – e lembro que pra mim foi uma época divertida e descomplicada. Ok, ok eu era beeem jovem, e você pode até pensar: “é fácil pra você falar, não teve que encarar os famigerados “vai ficar pra titia” quando fez 30! Eu sei…  Mas acredite, eu sofri cobranças de outro tipo.

Mas, enfim… Ser solteira. Muitos dos pedidos de fim de ano de amigas solteiras foi “em 2017 eu preciso desencalhar”… E eu me pergunto pra quê tanta pressão? Por que muitas mulheres se cobram tanto nesse aspecto?

images-2

Num primeiro momento acredito que seja por causa dos “fiscais da vida amorosa alheia” que não param de fuçar a sua vida com perguntas ou comentários do tipo: “você vai pra festa sozinha? Você é muito corajosa!” ou “Viajar sem ninguém? Ah, deve ser horrível!” ou pior, “Tadinha da Fulana, nunca dá certo com ninguém. O que será que há de errado com ela?”

images-3

Sinceramente, eu acho gente assim sem um pingo de imaginação. Por que acham que tem que ter pena de quem está solteira? Namorando ou não namorando, casado ou não casado, acredito que ninguém é obrigado a estar junto o tempo todo. As pessoas têm sua individualidade e isso não deveria mudar com a chegada de mais alguém na sua vida. Compartilhar coisas do seu mundo com essa pessoa é muito legal, mas obrigá-la a fazer parte, não é.

E é pior ainda quando você joga sua personalidade pela janela e se transforma na “mulher camaleão”, aquela que muda todo o seu comportamento, gostos e objetivos conforme o namorado da vez. Por que abrir mão de partes tão essenciais de você mesma só pra se sentir metade de um par? Será que não é melhor ser solteira e continuar sendo você?

Vale a relexão.

images-1

E Só pra lembrar: as pessoas se divertem sozinhas! Gostar da sua própria companhia é uma grande demonstração de que sua autoestima está ok!  Estar sozinha e ser solitária são duas coisas bem diferentes!

images-5

Tá certo que fica difícil a gente pensar assim quando, além da opinião da sociedade e os comentários indiscretos da família, quase todos os filmes de Hollywood e até aquelas séries que a gente ama do fundo coração – e  que são verdadeiras odes à solteirice – acabam  mostrando que no fundo, no fundo, todas aquelas heroínas queriam mesmo era achar alguém!

Pode ser. Mas como alguém famoso já disse “o que conta não é o destino e sim a jornada” ou algo assim. Vocês entenderam.

 

O que me leva a outros motivos que podem criar essa ansiedade de arrumar uma cara-metade: como aquela espécie de sensação desconcertante de ser incompreendida, porque ninguém entende seus motivos para estar só ou o porquê de você escolher tanto; Ou ainda a sensação de estar de fora do grupo com o relógio contra você, tipo “ e se eu chegar em tal idade sem nem sequer um paquera, quanto mais casa, filhos e um cachorro como eu sonhava aos 15 anos?”; Ou simplesmente, aquela vontade de encontrar alguém que te entenda e te dê borboletas no estômago e veja tudo de bom que você nunca reparou em si mesma e te faça querer ser melhor…

images-4

Seja qual for o motivo da sua busca – e, acredite, se eles são válidos pra você, todo mundo tem que respeitar – tenha sempre em mente uma coisa: valorize-se! Seja exigente, não aceite qualquer opção só pra não estar mais solteira. Aproveite seu tempo só e com seus amigos, divirta-se e descomplique tudo. Escolha você mesma, antes de qualquer um. Escolher a si mesmo é assumir o risco de não saber se vai ser bem sucedida ou não e não se importar com a opinião dos outros. É viver sua vida como você achar que deve. Simples assim.

images-7

Bom, isso é o que eu queria falar pra todas as minhas amigas solteiras nesse começo de 2017. Desencane e seja feliz! Esse pode até, quem sabe, ser o primeiro passo pra você encontrar quem você quer ou ficar maravilhosamente bem como você está.

 

    • Cynthia Neiva
    • 6 de janeiro de 2017
    Responder

    Sensacional!!! Simples e direto como deve ser o assunto!!😘

      • Paula Veloso
      • 9 de janeiro de 2017
      Responder

      Concordo! A gente tem que deixar de fazer tudo virar problema…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *